5813 empresas cadastradas na região da Rua 25 de Março e adjacências
São Paulo, 26 de outubro de 2014 - 
Vitrine 25 de Março - O guia oficial virtual da Rua 25 de Março e Adjacências
FATURE SP Federação das Entidades do Turismo de Compras e Negócios do Estado de São Paulo
Abrasivos
Acessórios
Adesivos
Agências de Turismo
Alarmes e Câmeras
Alfaiates / Costureiras
Alimentos
Antenas
Antiquários
Arames e Molas
Armarinhos
Artesanato
Artigos de Couro
Artigos para Festas
Artigos para Presentes
Artigos Religiosos
Assistência Técnica
Audio e Vídeo
Automação
Aviamentos
Bancos e Câmbio
Bebidas
Bijouterias e Jóias
Bolsas, Malas e Mochilas
Bombas / Hidráulica
Bonés
Bordado, Silk e Transfer
Botões / Zíperes
Brindes
Brinquedos
Cabelos e Perucas
Cabos
Calçados
Calhas / Coifas
Cama, Mesa e Banho
Cameras Digitais
Camisaria
Carnaval
Cartuchos
Casa e Decoração
Casamentos
Câmbio
CDs e DVDs
Celulares
Chaveiros
Cintos e acessórios
Climatizadores
Componentes Eletrônicos
Confecções
Controle Remoto
Cortinas e Tapetes
Couro e acessórios
Dados de Letras
Eletro-eletrônicos
Eletrônica e Acessórios
Elétrica
Embalagens
Enxovais
Esoterismo
Esporte / Fitness
Estacionamentos
Expositores e Manequins
Fantasias
Farmácias
Ferragens
Ferramentas
Fontes / Transformadores
Fraldas e Cia.
Games
Gráficas / Gravações
Guarda-chuvas e Cia.
Higiene e Beleza
Hotéis
Iluminação
Imóveis
Informática
Instalações Comerciais
Instrumentos Musicais
Lembrancinhas
Livrarias
Lojas de 1,99
Madeiras
Materiais Elétricos
Materiais p/ Construção
Material Escolar
Máquinas de Costura
Medição e Automatização
Mercado Municipal
Miniaturas
Moda Evangélica
Moda Feminina
Moda Gestante
Moda Infantil
Moda Internacional
Moda Íntima
Moda Jeans
Moda Jovem
Moda Masculina
Moda Praia
Moda Tamanhos Grandes
Moda Tricot
Móveis
Noivas
Notebooks e Palms
Óticas
Ônibus / Excursões
Papelarias
Peças e Montagem
Perfumes e Cosméticos
Petshop
Portáteis
Puericultura
Redes
Restaurantes
Sacarias
Segurança
Serviços
Sexshop
Shoppings e Galerias
Som Automotivo
Tecidos
Telefonia
Transfer e Cia
Transportadoras
Uniformes
Utensílios Domésticos
Ventiladores e Exaustores
Viagens e Turismo
Zona Cerealista
Economia

19/05/2009 13:40hs

Venda online salva pequeno varejo da crise


A PortCasa, uma das únicas varejistas de cama, mesa, banho e utilidades domésticas do bairro do Bom Retiro, região central de São Paulo, estaria pronta para registrar prejuízo em 2009. A loja viu sua clientela rarear nos primeiros quatro meses deste ano, como reflexo da crise. A visita das sacoleiras e consumidoras, que fazem compras nas tradicionais confecções do bairro, tornaram-se mais escassas. As metas do ano precisaram ser revistas para baixo - mas só na loja física. Graças à insistência de Natan Sztamfater, sócio do pai na PortCasa, a empresa começou a vender pela internet quatro meses depois da inauguração da loja, em outubro de 2007. 'Hoje o meu pai me agradece por termos começado a venda on-line', diz Natan, de 28 anos. Enquanto o movimento na loja de rua desacelerou, o comércio da PortCasa na web disparou e praticamente empatou com a operação física. Só nos primeiros quatro meses de 2009, foram vendidos R$ 2 milhões pelo e-commerce, contra R$ 2,1 milhões da loja de rua.
Assim como a PortCasa, outros pequenos e médios varejistas estão salvando suas vendas e até aumentando o faturamento total graças às vendas on-line. Diferentemente das grandes redes, esses comerciantes têm só um ou poucos pontos de venda, que ficam reféns do movimento do bairro. 'Ao investir em uma operação on-line, os pequenos e médios conseguem uma abrangência muito maior de público e podem fazer frente aos grandes varejistas', diz o consultor Eugênio Foganholo, da Mixxer.

De fato, lojas virtuais de menor porte vêm avançando sobre a participação das grandes. De acordo com a e-Bit, especializada em pesquisas de e-commerce, a fatia dos 10 maiores varejistas da internet nas vendas totais caiu de 77% no primeiro trimestre de 2008 para 73% de janeiro a março deste ano. A participação da líder B2W (dona da Americanas.com e do Submarino) caiu de 42,7% para 36,3%. Ao todo, o e-commerce movimentou R$ 2,2 bilhões no primeiro trimestre, 25% mais que há um ano.

'Há uma forte tendência de descentralização do e-commerce, com o crescimento dos pequenos e médios varejistas no bolo', diz Pedro Guasti, diretor geral da e-Bit. Para isso, acrescenta ele, é fundamental que a operação on-line esteja azeitada em três frentes: tecnologia e logística, foco em determinadas categorias e presença em sites de busca e comparação de preço, que garantam visibilidade.

Este último cuidado faz toda a diferença, principalmente em tempos de crise. 'Em 2005, 24% das compras on-line aconteciam a partir de sites de comparação de preço; no ano passado, esse percentual chegou a 34%', afirma Guasti.

Quem também está certo de que a internet é capaz de atrair muito mais consumidores do que qualquer loja é Clóvis Souza, dono da Giuliana Flores. Criada há 19 anos em São Caetano do Sul, na Grande São Paulo, onde conta com três lojas físicas, a empresa deu início há nove anos à operação on-line. Na web, mantém três marcas: Giuliana Flores, Cestas Michelli e Nova Flor. 'Eu fico até com dor no coração de dizer, mas as três lojas físicas faturaram no ano passado só um décimo da operação virtual, que me rendeu uma receita de R$ 12 milhões', diz Souza.

No Dia das Mães, as vendas nas lojas de rua de Souza caíram 8%, enquanto na web subiram 34%. Por isso, ele foca a expansão na internet, canal em que espera crescer 25% em 2009, inclusive com clientes do exterior. 'Faço campanha no canal América, da Globo nos Estados Unidos, e os brasileiros de lá fazem encomendas on-line (para serem entregues aqui)', diz.

Fonte: Pequenas Empresas Grandes Negócios

Leia mais
(24/10/2014 11:53hs)

Confiança do consumidor atinge menor nível desde Abril de 2009

(06/10/2014 16:46hs)

Bancários fazem assembleia para decidir fim da greve ou manutenção

(14/08/2014 10:59hs)

Vendas do comércio caem 0,7% em Junho, aponta IBGE

(01/07/2014 10:31hs)

Com tomate e batata mais em conta, inflação semanal segue em queda

(05/06/2014 11:16hs)

1,84 milhão de famílias em SP tinham dívidas em maio, mostra Fecomercio

(09/05/2014 14:52hs)

Preço dos alimentos subiu menos que a inflação oficial de Abril, diz IBGE

(28/04/2014 09:46hs)

Confiança do comércio cai 3,1% no tri até Abril ante 2013

(15/04/2014 11:23hs)

Vendas no varejo crescem 0,2% em fevereiro, diz IBGE

 
Rua 25 de Março Armarinho Bijouterias Brinquedos
 Página gerada em 0.55663 segundos© 2006 Vitrine 25 de Março - Todos os Direitos Reservados